Arapoti, onde os campos continuam florindo em meio a agropecuária forte e natureza exuberante

Localizada entre os Campos Gerais e o Norte Pioneiro, Arapoti é cheia de atrativos. O município de aproximadamente 30 mil habitantes, que nasceu de um ponto de parada de tropeiros, cresceu, se desenvolveu e hoje é um conhecido destino turístico do Paraná.
De natureza rica e bela, a cidade atrai visitantes com paisagens formadas por cachoeiras e cânions, como o do Cerrado da Cinzas. No aspecto cultural, a herança da imigração holandesa se revela um atributo à parte. Os detalhes da arquitetura, dos costumes e da história daquele povo europeu chamam a atenção dos turistas, que visitam museus e construções antigas.
De economia próspera, o município é referência nos setores leiteiro, papeleiro e agrícola, se destacando também no turismo de negócios. Fatores como o título de Terra da Água, do Mel e do Leite, um calendário de eventos agitado e o clima ideal, nem tão quente como o Norte Pioneiro e nem tão frio quanto o Sul, só reforçam os motivos para desembarcar em Arapoti para conhecer as belezas naturais, degustar de uma boa gastronomia e estar em meio a gente hospitaleira.

O QUE FAZER EM ARAPOTI
Turismo de aventura - Do Cânion do Cerrado das Cinzas às cachoeiras, Arapoti é um ótimo destino para os amantes do turismo de aventura.
Ecoturismo - Rica em fauna e flora e agraciada com muitas belezas naturais, a região também é muito procurada para ecoturismo, com destaque para as rotas do Rosário e dos Tropeiros.
Turismo de negócios - Uma bacia leiteira de alta genética, a criação eficiente de suínos e a liderança latino-americana na indústria de papéis para publicação movimentam o turismo de negócios e atraem visitantes à cidade durante o ano inteiro.
Arapoti é cheia de festas e eventos, como a Festa do Padroeiro (São João Batista), a Expoleite, o Encontro de Trilheiros, a Festa de Peão, o Circuito de Caminhada Bora Caminhar e a Comemoração da Imigração Holandesa. Todos são marcados por trilhas que percorrem as paisagens naturais e as propriedades rurais do município.
Quem visita Arapoti precisa conhecer as três trilhas mais famosas do município: a Trilha da Colonização passa por museus, igrejas e pontos de gastronomia; a Trilha do Monge João Maria inclui igrejas históricas, pontos sagrados em meio à natureza e almoço rural; já a Trilha do Mel percorre os caminhos da produção de mel.
Em dias de eventos, as cachoeiras do município ficam abertas à visitação e passear pela cidade é uma ótima oportunidade para conhecer os diferentes estilos arquitetônicos utilizados pelos imigrantes na construção de residências. Não deixe de apreciar também a beleza da Casa de Pedra, Casa dos Espanhóis, Casa dos Poloneses e Casa dos Harmanos.
Arapoti, com essa exuberância em atrativos, com certeza mantém os compôs sempre florindo. Visite Arapoti que tem acesso exclusivo pelas rodovias PR-092 e PR-239 que tem distância de 252 quilômetros da capital Curitiba. A cidade possui um aeroporto privado e recebe vôos específicos e não comerciais.
Como fomento ao turismo local e regional uma iniciativa idealizada pelo vereador local Divair da Silva com total apoio da jovem Prefeita Nerilda Penna estuda-se a possibilidade em conjunto com o município vizinho Jaguariaíva, a reativação da linha férrea para trens de passageiros, oque seria um excelente paço no setor turístico do município.