Radares móveis: Bolsonaro recorre de decisão que obriga fiscalização


O presidente Jair Bolsonaro determinou à Advocacia Geral da União (AGU) que recorra da decisão da Justiça Federal do DF que suspendeu uma portaria do governo sobre o uso de radares móveis nas rodovias federais. A portaria havia proibido o uso desses radares.
A decisão da Justiça, porém, determinou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) volte a usar os equipamentos em até 72 horas. Bolsonaro compartilhou vídeo com comentários contra a suspensão da portaria.

Fonte: Gazeta do Povo.