Morre o vereador de Curitiba Jairo Marcelino vítima de COVID-19

 

Morreu na tarde desta terça-feira (20) o vereador Jairo Marcelino (PSD), vítima de COVID 19.

O vereador de 77 anos estava internado no Hospital Vita, apresentava quadro de estabilidade, mas por complicações acabou falecendo.

No último dia 30, a assessoria de Marcelino confirmou que o teste para Covid-19 dele deu positivo. Ele foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Vita, em Curitiba, com pneunomia.

Jairo chegou à Câmara em 1982, construiu um legado como parlamentar sendo reeleito para o nono mandato consecutivo em 2018. É parlamentar constituinte: participou desse processo em 1988 e de sua revisão. Ex-comerciante e motorista profissional, construiu uma carreira político-partidária destacada pela ética e seriedade, com atuação na defesa de segmentos organizados e categorias profissionais.

A pauta de seus projetos de lei está identificada com o interesse público. São de sua autoria as leis municipais 6.805/1985, para instalação de postos de marcação de consultas em terminais; a 8.686/1995, que isenta do EstaR o taxista que estiver no interior do veículo; a  8.788/1995, que proíbe o uso do solo em faixas de segurança de transmissão de energia elétrica e alta tensão; a 9.232/1997, sobre a divulgação do serviço de táxi em hotéis; as 7.347/1989 e 7.559/1990, referentes ao transporte escolar; e a 15.009/2016, para ampliar os pontos de venda do cartão transporte.

Jairo Marcelino fez, ainda, proposições para aperfeiçoar o serviço funerário, substituir a regulamentação de para-raios radioativos e ampliar os níveis da saúde e segurança pública. Esteve no cargo de terceiro-secretário da Casa por duas vezes. Das nove vezes em que foi integrante da 
Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização, por quatro presidiu o grupo, a primeira delas em 1987.

A mesma atribuição foi repetida por três vezes na 
Comissão de Serviço Público, a partir de 2008. Presidiu por uma vez as comissões de Constituição e Justiça e de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública. Integrou as comissões de Urbanismo, Obras Públicas e TI e de Educação, Cultura e Turismo por quatro vezes. Utilizou dispositivos constitucionais do orçamento municipal em favor do desenvolvimento da cidade e de sua população.


Colaboração de informações Assessoria de Comunicação.