VT.png

Legado de secretária mostra humanização no atendimento à população

 



Até o dia 31 de dezembro deste ano a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Engenheiro Beltrão está sob o comando da incansável Secretária e primeira dama Geisa Rigueti.

Com ela a frente, Engenheiro Beltrão conquistou muitas divisas no setor, principalmente no atendimento humanizado, atendendo famílias em vulnerabilidade social, distribuindo alimentos aos que necessitam conforme cadastro realizado no CRAS, enfrentou vendaval, acolheu necessitados, viajou com a melhor idade, conquistou uma sede nova para o CRAS, reorganizou o setor com uma equipe de ponta e com qualificações, atendeu o Beltrãoense dia e noite como uma mãe atende um filho.

Além disso, deu vida ao setor com programas que atenderam a toda a comunidade, por exemplo com a Escola Agrícola, onde reformou e reestruturou, os cursos de artesanato, violão, informática, os projetos karatê, capoeira, a dança que inclusive teve o maior incentivo chegando a competições internacionais.

Realizou nesses quase 4 anos eventos para todos os públicos, mães, mulheres, idosos, crianças, bailes da melhor idade, ações natalinas, caminhas enfim, o setor social beltrãoense foi renovado e deixa um legado de alguém simples, honesta, trabalhadora e competente a frente do setor.

Geisa deixa a Secretaria junto ao esposo Rogério Rigueti, atual Prefeito do município no dia 31 de dezembro e sai como entrou, pela porta da frente deixando para trás ações que fizeram, fazem e farão diferença na vida da população Beltrãoense.

O prefeito eleito Júnior Garbim ainda está em transição administrativa, formando sua equipe de Secretários, no entanto no setor social, pouco trabalho terá, pois quem ele indicar a assumir, terá à frente um setor que foi cuidado minuciosamente por uma mãe, esposa e mulher. Cuidado com muita garra por Geisa Danúbia Rigueti que tem como prova o legado de uma secretária que fez muito por Engenheiro Beltrão.

 

Por Douglas Nogari