VT.png

Cristiano Santos deixa UTI e parte pra nova etapa de tratamento contra covid-19

O apresentador e ex-vereador de Curitiba Cristiano Santos saiu da UTI exclusiva para tratamento de covid-19, neste domingo (10). Ele permaneceu internado desde novembro no Hospital Vitta, no Bairro Alto, em Curitiba, pouco tempo depois de ser diagnosticado com a doença. Cristiano seguiu entubado e na última semana apresentou melhora. Neste domingo, ele saiu da UTI tradicional no Hospital Vita e foi encaminhado para a chamada UTI humanizada.

Segundo a equipe que acompanha Cristiano Santos, nesta nova fase do tratamento ele pode ter contato direto com a esposa, mas ainda é importante a necessidade do uso de um ventilador mecânico. Um vídeo emocionante mostra Cristiano Santos saindo da UTI com toda a equipe que o atendeu neste período de internamento e sedação. “Eu venci do covid-19”, dizia uma faixa. Cristiano Santos comemorava com os punhos fechados a melhora. “Foram quase 50 dias em tratamento intensivo contra o Covid. Deus é maravilhoso”, diz uma postagem nas redes sociais.

Na última semana ele fez exercícios de fisioterapia e fonoaudiologia para reabilitação dos pulmões e fala. Mesmo vencido o vírus em dezembro, as complicações geraram danos no sistema respiratório que demandam cautela e uma lenta recuperação.

Internado desde novembro, Cristiano Santos deixou a UTI covid-19 neste domingo. Ele comemorava a nova etapa. Foto: Colaboração.

Internado desde novembro

O apresentador do Bora Paraná da TV Bandeirantes teve a confirmação da covid-19 na segunda semana do mês de novembro, quando apresentou perda de paladar e dores de cabeça. Ao saber que estava infectado, se afastou das funções na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) e da apresentação do programa que é exibido ao vivo pela manhã. Ficou isolado em casa conforme orientação das autoridades sanitárias, mas apresentou piora no quadro respiratório.

Os médicos decidiram pela internação no dia 20 de novembro e entenderam que a ventilação mecânica iria ajudar o vereador na respiração e assim evitar o cansaço, um dos principais sintomas da covid-19. O vereador não concorreu à reeleição do último dia 15 de novembro, pois desejava focar aos estudos e a prática do jornalismo. Além disto, em várias oportunidades, chegou a dizer recentemente que é favorável a renovação nos cargos públicos.