O vereador Mauro Bobato (PODE) protocolou junto com o vereador Presidente da Casa de Leis Tiko Kuzma, Projeto de Lei que visa o retorno dop prazo de 5 dias após o recebimento da infração de trânsito.

Bobato esclarece que antes da mudança, para regularizar o débito, o motorista poderia pagar o equivalente a dez créditos de EstaR - (Estacionamento Regulamentado), ou seja, R$ 30 reais. “Hoje o condutor já é multado com um valor de R$195,23 e recebe o auto de infração de natureza grave e ainda 5 pontos em sua CNH. É um tanto quanto desleal com situações onde a pessoa comete o auto de infração sem saber ou até mesmo numa questão emergencial”, explica Bobato.

“Não sou contra a existência do EstaR e nem tão pouco a cobrança correta diante da infração, mas que haja tempo para o motorista poder colocar em ordem e entender que paga pelo próprio erro ou abuso no trânsito”, reforça o vereador.

Com isso, a intenção do vereador Mauro Bobato é propor a alteração no parágrafo 1º da lei municipal 3.979/1971, que trata do uso de espaços públicos como estacionamento de veículos, para contornar tecnicamente a situação. Para tanto o vereador defende a volta do prazo de cinco dias úteis para a regularização do aviso de infração e que o pagamento para essa operação continue equivalente a dez créditos de EstaR. 

Por ter sido protocolada antes, no dia 1º de dezembro, caberá à Comissão de Constituição e Justiça decidir pela juntada de outras iniciativas semelhantes a esta, por similaridade e para tanto o projeto segue em tramitação.

Mauro Bobato é vereador reeleito, tem base de trabalho na cidade toda e construiu sua carreira política na região sul curitiban - entre os bairros Humbará, Sítio cercado, Ganchinho e adjacentes.